https://1.bp.blogspot.com/-8uslWsCHU_c/XMr3BDEVkjI/AAAAAAAABgo/putgzeIHnCQp3Kp9UQNzOINeB7zlKLKSQCLcBGAs/s72-c/IMG_0908%2B-%2Bco%25CC%2581pia.JPG

Célio Studart pede ao governo do Ceará providências contra matança de gatos

O deputado federal Célio Studart (PV-CE) pede providências ao Governo do Ceará para combater a matança de gatos nos arredores da Lagoa ...


O deputado federal Célio Studart (PV-CE) pede providências ao Governo do Ceará para combater a matança de gatos nos arredores da Lagoa da Parangaba, em Fortaleza, além de identificar os autores destes atos cruéis.

Em ofício encaminhado nesta segunda-feira (29) ao secretário de Segurança e Defesa Social, André Santos Costa, são solicitadas, a partir de demandas da própria população, medidas de segurança e reforço policial nas proximidades da lagoa.

De acordo com a “Tribuna do Ceará”, é a terceira vez, num breve espaço de tempo, que gatos são mortos de maneira cruel nas proximidades da lagoa, onde também é comum a prática ilegal do abandono de animais. Na última quinta-feira foram pelo menos 14 gatos assassinados, segundo a reportagem.

Além do reforço policial, Célio também defende, caso possível, a instalação de câmeras de segurança, com o intuito de facilitar na identificação dos infratores e atuar na prevenção da ocorrência de delitos.

INQUÉRITO ABERTO
Também nesta segunda-feira, em resposta a ofício enviado em fevereiro, o gabinete recebeu da Delegacia de Proteção do Meio Ambiente a informação de que foi instaurado inquérito para identificar os autores da matança de felinos.

O assunto também foi tema de discurso de Célio na tribuna da Câmara na semana passada. Ao lembrar os episódios recorrentes na capital cearense, o parlamentar voltou a defender projeto de lei de autoria dele que altera a Lei de Crimes Ambientais (9.605/98) para agravar a pena do crime de maus-tratos de animais e tipificar o crime de abandono. Este foi o primeiro PL apresentado por Célio Studart no mandato, em 4 de fevereiro. Desde então, o parlamentar protocolou mais 28 proposições ligadas à causa animal.

“Esse tipo de psicopatia tem que ser combatido com muito rigor, com muita força”, disse ele da tribuna. “Quem maltrata, quem mata, quem assassina animais sai pela porta da frente da delegacia. E essa epidemia de maus-tratos em Fortaleza e em várias regiões do Brasil precisa ser combatida com cadeia”, defendeu Célio, eleito semana passada presidente da Subcomissão Permanente em Defesa dos Direitos dos Animais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário